terça-feira, 30 de maio de 2017

Sobrou berinjela e agora!? [Caponata no microondas]





Olá,
como vocês estão!?!
Por aqui o marido resolveu fazer água com berinjela atrás dos benefícios de emagrecimento, (nunca ouviu falar? É só clicar aqui para ler a respeito! ) e começamos a ter duas berinjelas cortadas em cubinhos por dia. No primeiro dia viraram cozidas, depois salteadas, assadas, com carne e por fim tinha acabado a criatividade do que fazer com tanta berinjela!!! Corri para internet atrás de ideia e como sempre fui parar no site da querida Tati, o Panelaterapia e por lá encontrei uma receita de Caponata/Antepasto de Berinjela de microondas! Tudo que eu precisava para o pouco tempo que tinha (leva 15 minutos no máximo) e muita berinjela!!! 
Você sabe o que é caponata!?! 
"Caponata é um prato típico da Sicília, que consiste em beringela salteada num refogado de tomate e cebola em azeite, temperado com alcaparras, vinagre e açúcar. Pode ainda levar pinhões, aipo e, principalmente em Palermo, peixe ou mariscos." Wikipédia
A receita original você encontra aqui ---> Caponata de berinjela de microondas, mas como a gente faz com o que tem em casa é claro que no fim das contas falta uma coisa, acrescenta uma outra alí e no dia em casa não tinha pimentão verde, mas ficou muito bom mesmo assim!!! 
Segue abaixo a receita transcrita do site Panelaterepia :

"Piquei em cubos pequenos:
1 berinjela média sem casca;
1 pedaço de pimentão vermelho (cerca de 2 colheres de sopa);1 pedaço de pimentão amarelo (cerca de 2 colheres de sopa);1 pedaço de pimentão verde (cerca de 2 colheres de sopa);5 azeitonas pretas;1/4 de cebola.2 colheres (sopa) de uvas passas brancas;1 dente de alho grande esmagado;Folhinhas de manjericão e tomilho;1 pitada de orégano;1 pitada (cerca de 1/2 colher de café) de sal;Pimenta do reino moída na hora.Reguei toda a mistura com:2 colheres (sopa) de vinagre balsâmico;2 colheres (sopa) de vinagre branco;1/3 xícara chá de azeite de oliva.Levei ao micro-ondas em potência máxima por 5 minutos. Retirei, misturei bem e coloquei mais 5 minutos.Prontinho. Agora é só esperar esfriar e levar para a geladeira. Super aprovado, adorei a praticidade!
2 colheres (sopa) de vinagre branco;
1/3 xícara chá de azeite de oliva.
Levei ao micro-ondas em potência máxima por 5 minutos. Retirei, misturei bem e coloquei mais 5 minutos.Prontinho. Agora é só esperar esfriar e levar para a geladeira. Super aprovado, adorei a praticidade!


Na sequência juntei:
2 colheres (sopa) de vinagre balsâmico;
2 colheres (sopa) de vinagre branco;
1/3 xícara chá de azeite de oliva.
Levei ao micro-ondas em potência máxima por 5 minutos. Retirei, misturei bem e coloquei mais 5 minutos.Prontinho. Agora é só esperar esfriar e levar para a geladeira. Super aprovado, adorei a praticidade! "
 (retirado de Panelaterapia)






Vale a pena fazer em casa!!! 
Se fizer me conta o que achou e se teve alguma alteração na receita que vale a pena fazer de novo!!!!
Beijokas, Lorena!!!

segunda-feira, 29 de maio de 2017

[Testando] Bolo de chocolate com avelã!




Esse final de semana deixei o preconceito com misturas de bolo e bolo de chocolate de lado e me rendi à curiosidade de testar a mistura para bolo de chocolate com avelã da marca Dona Benta!!! Pense num bolo delicia!?! E o tanto que ele é fofinho e úmido!!! ❤️❤️❤️!!! 

A massa que usei foi essa daqui ó:




Como cobertura usei o bom é velho brigadeiro!!! Sem dúvida vamos repetir esse bolo por aqui!!!!



Beijokas, Lorena!!!

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

🍎🍌🍐A introdução alimentar do Joaquim 🍐🍌🍎 A introdução de frutas!!!



Durante a gravidez li muito, vi muitos vídeos e me encantei pelo método BLW (Conheça o método https://youtu.be/BZiIUzsecv4 ). Pronto, qdo o Joaquim fosse iniciar a introdução alimentar dele seria pelo BLW. Daí Joaquim nasceu, a realidade bateu e a introdução alimentar dele precisou começar
aos 4 meses! Sem total domínio do e corpinho não foi possível iniciar com o BLW
então fizemos um misto de técnicas e teorias que vou chamar aqui de "intuitiva". A ideia foi ir sentindo como o Joaquim respondia, ao que ele se adaptava e ir respeitando o tempo dele!!! Foi libertador quando eu internalizei que introdução alimentar É INTRODUÇÃO, é aprendizado, é entender que o bebê não vai começar comendo e comer como um bebê maior logo já de cara!!! O leite ainda é o alimento principal do bebê! Fale com o pediatra do seu bebê a respeito da necessidade de reposição de vitaminas e ferro nessa fase! O crescimento é acelerado, os dentinhos estão a caminho e nem todos os dias os pequenos vão estar dispostos a comer e tá tudo ok!!!😉😉!! Nós mesmos não temos a mesma fome todos os dias não é mesmo!?!
↪️No nosso método "intuitivo" fomos orientados pela pediatra a dividir em 4 fases! Frutas, legumes, arroz e feijão e por fim carne. Cada fase deveria levar cerca de 15 dias e ao final de dois meses, ou seja, aos 6 meses ele estaria comendo tudo!!! Começamos então pelas frutas! Ouvi muito se que começar pelas frutas é ruim pq depois o bebê nega as papas salgadas. Assumimos o risco e começando pelas frutas. Manga, banana maçã (por ser a menos alergênica), abacate, maçã, pera e Mamão papaia!!! Todo dia no lanche da tarde dávamos um fruta e o Joaquim foi aceitando bem! Muita farra e fotos fofinhas todo sujo!!! A quantidade aceitada por ele bi variava e ainda varia em cada fruta! Manga que ele adora ele come uma inteira, banana também! Já maçã e Pera só uma banda e Mamão papaia um quarto dele. Sempre oferecemos e deixamos ele dizer até quanto quer. A maçã oferecemos raspada, a pera, manga, abacate e mamão amassadas e a banana inteira e ele vai amassando na boca! ❤️!!! No início ofereciamos um fruta por 3 dias seguidos, observando assim possíveis reações no corpinho e intestino e então passávamos para a próxima fruta! Depois de vencida essa fase começaram as misturinhas! Papinha de maçã cozida, banana com Mamão e aí a criatividade vai fluindo, mas nada ácido ainda, somente depois dos 6 meses!!!
↪️ Muito me perguntam sobre darmos suco ao Joaquim, teoricamente como ele foi liberado para comer frutas ele também pode tomar os suquinhos, mas optamos por não dar suco ainda. Estudos relacionam a frutose, açúcar das frutas, à malefícios e possíveis problemas de saúde. Optamos então por dar a fruta, água e qdo o Joaquim nega muito a água damos assim a agua de coco!!!
Hoje na nossa rotina as frutinhas já estão consolidadas, Joaquim adora e já faz farra qdo vê o pratinho! Possivelmente qdo ele estiver sentando migraremos para o método BLW adaptado ao que vivemos, já que será uma continuação da introdução alimentar dele que começou aos 4 meses!!!
#IntroduçãoDaÁgua #IntroduçãoAlimentar #BLW #IntroduçãoBLW #BebêTaCrescendo #ComendoFrutinha #Banana #MaeDeMenino #JoaquimBT #JocaBT #MaeDeMenino #CoisasDeMãe #maedeprimeiraviagem #MãeDePrimeiraViagem #Mamãezices #Maternidade #PresenteDeDeus #QuintoMêsJoaquimBT #BebêTaCrescendo #BebêTaComendo #Papinha #Papa #BaguncinhaBoa #SucoAindaNão #BebêSaudável

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Diário de Gratidão!



"A palavra gratidão tem a sua origem no latim “gratia” que tem seu significado na palavra graças ou gratus que em sua tradução ao pé da letra significa agradável. Sendo assim, entende-se que a gratidão denomina-se pelo entendimento de ser grato a algo que a vida nos dá, sendo ele bom ou ruim."
                   (Retirado de: Você sabe mesmo o significado da gratidão? )




     Há um tempo atrás antes de dormi li um frase que muito me colocou para pensar... Nela dizia "e se ao acordar você só tivesse aquilo ao qual você agradeceu hoje?". Fiquei pensando em no que eu agradecia todos os dias ao dormir e no que eu deixava de fora por achar ser comum ou irrelevante! Desde de então ao fazer minhas preces antes de dormir tenho elencado as coisas as quais sou grata! Desde as mais simples até as mais dolorosas, mas que trazem aprendizado! 
     Dentre tantas coisas as quais sou grata escolho uma para ser a gratidão do dia, meio que na ideia do *pote da gratidão* (Não Conhece!?!Então vale a pena conhecer o Pote de gratidão que tá bem explicadinho nesse link pela fofa Juliana Goes!), mas não uso o pote, acabei optando por uma caderneta que me deixa mais livre para escrever, seja o porquê ou apenas uma palavra. Então todos os dias eu escolho uma coisa à qual sou grata aquele dia. Muitas vezes as coisas se repetem, por vezes a coisa é dolorosa, mas é sempre algo ao qual me tocou aquele dia! 
     E no que isso ajuda!?! A ser mais grata, a dar valor as coisas e em dias mais cinzas reler as coisas as quais escrevi alí me faz bem! Me faz sorrir, ver o quanto somos afortunados e abençoados e me dá forças para seguir em frente!!! 
     E você ai, sabe ao que agradeceria no dia de hoje!?! Que tal tentar!?! Se fizer depois me conta como foi a experiência!

Beijokas, Lorena!





quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Ser mãe para ser filha...



     Sempre ouvi da minha mãe que eu era a coisa mais preciosa da vida dela, aquilo me acalentava o coração e me fazia feliz, mas eu nem de longe conseguia entender a força e o poder daquelas palavras. Quando engravidei minha mãe dizia que eu entenderia o que ela me falava e eu achava que aquilo que sentia durante a gravidez já era grande o bastante e me fazia entender, mas eu estava enganada! 
     Joaquim nasceu em condições adversas, ficou uns dias na UTI e enquanto ele lutava para sobreviver nós lutávamos espiritualmente por ele! Orações, pedidos de intercessão, cultos, bençãos e muita fé! A chegada dele em nossa vida foi forte e transformadora! Ele precisava de pais e uma família nova e renascida na fé e assim quando estávamos prontos ele veio para nossos braços!!! Aí eu pensei que entendia o que minha mãe falava "você é a coisa mais preciosa da minha vida!" , mas fomos para casa e tivemos que dia-a-dia nos conhecer, nos descobrir. Aprender a ser mãe, quer dizer, além disso, aprender a ser mãe do Joaquim e o Joaquim aprender quem era a mãe dele! Foram dias intensos de pouco sono, nenhum tempo para Lorena ser Lorena, muitos hormônios e seus *lindos* efeitos, muito medo, culpa e muito, mais muito amor! E eu pensava, "Ahhh, agora sei o que minha mãe me falava!", mas não em sua totalidade! 
     A fase do puerpério passou, Joaquim não é mais um recém nascido, é um jovem rapaz de 5 meses, hehehe, e eu vejo que a cada dia eu entendo mais e mais o que minha mãe me falava, "Você é a coisa mais preciosa da minha vida!". Isso me fez ver minha mãe com outros olhos e por consequência me fez ver/ser um pessoa diferente! Ser filho é muito mais intenso e poderoso do que eu imaginava!!! 
   Muito se fala sobre a maternidade romantizada e ultimamente tem se comentado bastante sobre a "maternidade real", aquela nua e crua e por vezes dura, mas dificilmente se fala do poder e intensidade que é ser filho!!! Ser o receptáculo de tamanho amor e aspirações!!! Carreguei tamanho amor por tantos anos dentro de mim e nunca me dei conta de tão louco e intenso era isso!!! Olho para o meu pequeno e fico imaginando meus pais e tios comigo. O amor, os cuidados! Uma pena não termos memória ativa disso... Uma pena o Joaquim não lembrar de todo esse amor desde o principio... Uma pena! 
     Ser filho é lindo e poderoso! É carregar um pedaço dos nossos pais aonde quer que estejamos... É ser sempre amado de uma forma tão única e intensa, mas pouco paramos para pensar nisso... Ser mãe sem dúvida me fez ser uma filha diferente do que era antes!
      Beijokas, Lorena!

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Depois que me tornei Mãe...

   
      "Depois que me tornei mãe muitas coisas mudaram em mim. Coisas que eu não imaginava e que não pensava serem possíveis. Me tornei mais tolerante, mais consciente de mim mesma, dos meus sentimentos e pensamentos. Passei a admirar mais a singeleza de cada momento e a singularidade de cada pessoa.
     Depois que me tornei mãe, não durmo como antes, não me alimento como antes, nem me desligo da realidade como antes. Tenho horror aos noticiários e às tragédias distribuídas em escala além da industrial, transmitidas ao vivo e amplificadas. Deixei de assistir às novelas e passei a me inundar de programação infantil. E, por incrível que pareça, descobri que não me importo com isso. Compreendi que poucas vezes antes fiz coisas tão simples com o prazer eufórico de uma primeira vez constante. Porque os filhos mudam alguma coisa fundamental em nós. Porque sempre será a primeira vez deles em algo. Porque eles nos transformam em pontos cruciais e alteram toda nossa psique. Os filhos nos ensinam que existe algo mais importante que nós mesmos e que o agora importa muito, principalmente na medida que ele constrói um futuro que será compartilhado. 
     Depois que me tornei mãe – valha-me Deus – virei adepta dos clichês. Aceitei que os filhos são tudo em nossa vida, que uma pessoa nunca amou ninguém até ter um filho, que não há mal que dure para sempre, que não existe mãe sem peso na consciência, que tudo o que fazemos é pensando no melhor para os filhos. Não que isso seja ruim. No fim das contas, acho que esses clichês são cheios de uma verdade tão grande que irrita mesmo. Porque na maioria esmagadora dos casos, não há como discordar deles. E descobri que se me fosse dada a chance de escolher outra vida, outro caminho e outras circunstancias, eu provavelmente declinaria a oferta. Eu certamente ia querer o que tenho, da maneira que tenho: com as vantagens, com o cansaço, as lágrimas, os sorrisos, abraços, risadas, sonhos, brincadeiras, broncas, choro, febres, aprendizados e realizações. Porque são exatamente essas coisas que me permitem dizer, sem medo de errar ou de parecer hipócrita, que sou uma pessoa extremamente feliz."
Autor desconhecido

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Bem vindo à inauguração do novo template do blog!!!




Olá você, como é bom te ter aqui!!!
Bem vindo ao novo template do blog!
Assim como a vida é feita de recomeços esse blog também é! Fases, inícios, tropeços, momentos de correria... Muita coisa muda, menos a vontade constante de escrever e essa vontade sempre me traz até aqui!
Nova fase merece carinha nova no blog não é mesmo? Então aqui estamos com novo template e cheia de planos para 2017, o blog e essa nova fase que é a maternidade!!!!
Que venha 2017, que venha novas descobertas e que venha novas postagens!!!
Bem vind@ ao Dona de Casa Atrapalhada!!! 




segunda-feira, 26 de setembro de 2016


E essa vontade louca de voltar a escrever que vem batendo aqui dentro ❤️!?! A cabeça borbulhando, as palavras pulando pelos dedos e o tempo que não acho para deixa-las fluir!!! Escrever sempre foi meu modo de me organizar, me entender e assim processar tudo que penso e sinto, mas há tempos o escrever tinha se tornado difícil... por vezes até o falar também! É como se eu tivesse me tornado tão terra que não havia espaço para a fluidez! É claro, como pode alguém tão fincado, enraizado nas entranhas do solo estar fluído!?! Foi preciso me fincar... foi preciso ser terra, mas esse não era o lobo que eu queria alimentar!!! A gravidez foi aos poucos me desenraizado desse solo, foi me deixando mais leve e por fim o nascimento do Joaquim me trouxe toda a fluidez de volta! Me deixou mais  sentimento, me resintonizou  ao meu sexto sentido e deixou a ❤️ aberto, pulsante e intenso. Ahhhh a maternidade... eita coisinha interessante, mas isso fica para outro momento, um outro pulsar latejante aqui dentro ❤️!!

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Bem vindo Junho!!!



O ano tá voando, chegamos ao meio dele e a minha sensação é de que ele ainda nem começou!!! heheh!! Em janeiro fomos surpreendidos com a notícia da gravidez do Joaquim e desde de então estou as voltas com isso!!! É muito amor, muito estudo, muita preparação e muito aquela sensação de que o ano só vai começar depois que ele nascer!!! hehehe!!! Mas junho chegou! O meio do ano tá aí! Chegou o frio, as festas juninas que tanto amo e chegou também o momento de parar, respirar e analisar o que fizemos dos nossos primeiros 6 meses.
 E aí, você gostou do que foi feito!?!
E o que você fará dos próximos seis meses!?!
Ainda dá tempo de fazer desse ano um ano incrível!!!






Beijokas, Lorena!!!